Arquivo do mês: abril 2010

Alan, o Superfã!

Piantes, segue uma tirinha com o personagem Alan, o Superfã!

Receberei também hoje, logo mais na minha casa o pessoal do jornal O FLUMINENSE, onde rolará umas fotos e entrevista para a revista de domingo do jornal. Tão logo eu souber quando sairá eu aviso a vocês!
Abraço!
Ah, e como podem ver, Os Passarinhos estão participando do prêmio TopBlog 2010, com mínimas chances de ganhar, já que decidi entrar na categoria PROFISSIONAL.

Mas mesmo assim conto com o seu voto 🙂

Anúncios

O livro dos gatos. O que esperar?

Ainda sem editora, O livro dos gatos é um dos projetos antigos, desengavetados às pressas, enquanto a inspiração e pausa entre um trabalho e outro deixam. A previsão é que a produção tenha 52 páginas, no formato quadrado (20x20cm ou 15x15cm são os que mais me agradam) e bilingue, (português e espanhol OU português e inglês).

Depois de mostrar o material para um editor, ele falou que não trabalha com livros de poesias. Quando mostrei o trabalho para um jornalista da área de quadrinhos, ele falou que aquilo lhe parecia quadrinhos. Não sei ainda como classificar o trabalho, mas a próxima página a ser postada (daqui a alguns dias) vai expor um pouco mais do trabalho para vocês, então poderão decidir o que esse trabalho é, realmente.

Fiz alguns estudos e já parti para a produção das páginas, sem esboços, desenhando e apagando no tablet. É um processo lúdico, infantil. Desenhar sobrepondo os traços, apagando depois. Uma hora dessas eu coloco um vídeo.

Ah, para quem não sabe: Sortearei 1 exemplar de Hector & Afonso – Os Passarinhos quando chegar aos 800 seguidores no meu twitter. Se eu chegar aos 900, sorteio mais 2. Se eu chegar a mil, mais três… Então, é repassar a mensagem e esperar as instruções para torcer!

Até amanhã (que tem tirinha!)

Em andamento: O Livro dos Gatos

Piantes, o tempo que passei sem postar não fiquei parado.

Com a máquina no conserto, eu acabei fazendo as pazes com o notebook e lá escrevi um conto, um roteiro de um curta-metragem ligado ao meu thriller, que será lançado pela editora DRACO… e um livro infantil.

Livro infantil? Também me faço essa pergunta. Até porque eu acho que ele nem é um livro, e também não é só infantil. Se eu disser que é uma história em quadrinhos, não estarei de todo errado, já que serão um quadro por página, com ilustrações e textos, mas bem… Quem vai decidir isso é a editora que se interessar pelo trabalho.

O nome provisório é “O Livro dos Gatos”, que conta, em versos, a história de cinco gatos:

A publicação, será totalmente ilustrada (o que dará cerca de 47 páginas de história) e pretendo terminar até julho.

Mas não se preocupem, as tirinhas continuarão a sair por aqui, só estou um pouco defasado por causa do excesso de trabalho no jornal por causa das chuvas no Rio e outros assuntos, mas, aos poucos, voltamos às postagens de 3 tiras por semana.

Também começaremos a publicar no blog o resto das tiras do livreto Hector & Afonso – Os Passarinhos, duas por semana. Assim quem já comprou ainda terá pelo menos uma tira inédita para acompanhar semanalmente.

Sobre “A peça que move o mundo”, acho que já encontrei um ilustrador. Só preciso acertar uns detalhes. Mas quem ainda quiser participar do projeto, envie seus trabalhos para hectorandalfonse@gmail.com.

Salve, Jorge!

Bom dia, Piantes!

Desculpem a sumida, estava com o computador na revisão, mas agora vamos botar voltar com os posts regulares (assim que eu instalar toooodos os programas nele).

Para quem não sabe, hoje é dia de São Jorge, padroeiro do Rio de Janeiro, onde moro trabalho. Então usarei uma tirinha presente em Hector e Afonso – Os Passarinhos para homenagear o santo!

Bom feriado para quem o tem, pois eu trabalho hoje! Essa é a vida de quem trabalha em jornal, meu caros… Pensem nisso quando escolherem uma profissão!

Errata:

Recebi um comentário de Pedro Paulo que reproduzo aqui!

“Estevao, na verdade o Santo Padroeiro do municipio do Rio de Janeiro e’ Sao Sebastiao, cujo dia e’ 20 de Janeiro (que e’ feriado municipal tambe’m).

Sao Jorge e’ MUITO popular e como sua Igreja fica no Centro do Rio (uma delas), o transito ficava infernal, e muitos comerciantes comecaram a fechar no dia.

Como a legislacao (nao pergunte qual) permitia a criacao de mais um feriado municipal, optou-se por criar o feriado, pra facilitar a vida dos devotos.”

Lançamento de “O Centésimo em Roma, de Max Mallmann”

Tem algo para fazer na quinta à noite? Aqui vai uma sugestão (para não dizer INTIMAÇÂO!)

Max Mallmann, amigo da família Passarinho e roteirista da Rede Globo vai lançar nesta quinta, dia 15 de abril, o seu quinto romance “O Centésimo em Roma”.

O lançamento será na  Livraria da Travessa de Ipanema (Rua Visconde de Pirajá, 572), a partir das 19:30.

Como estarei no trabalho até as 22h, tentarei sair um pouco mais cedo para pegar uma eventual bebedeira de fim de noite e buscar a esposa, que vai mesmo de pé quebrado.

Olha o convite do lançamento:

Além de “O Centésimo…”, Max tem outros 4 livros, foi indicado ao prêmio Jabuti por “Síndrome de Quimera”, escreveu para programas como “Malhação, “Coração de Estudante” e “Carga Pesada” e escreve há quatro anos para “A Grande Família”.

Post extra: Feliz aniversário, Cadu Rocha!

Hoje, um pouco depois da atualização do blog, recebi um e-mail de uma menina chamada Sarah, moradora da minha terra natal, o Espírito Santo, dizendo que hoje é o aniversário de Cadu Rocha, leitor do blog, morador de Minas Gerais. Ela me pediu, como presente em nome dela, uma ilustração para o aniversariante.

Espero que goste, Cadu! Felicidades ao casal!

A cozinha maravilhosa de Hector (2)

Oi, piantes! Depois de uma sumida, mais uma tirinha dos Passarinhos, continuando a série culinária.

Uma coisa que vou tentar fazer aqui, sempre que possível, é associar as piadas a receitas.

Algumas serão testadas por mim, outras, bem… Vou confiar em receitas de quem quiser me mandar: hectorandalfonse@gmail.com.

Prefiro receitas que não levem ovos ou aves, por motivos óbvios.

Segue a primeira tira e a receita logo em seguida!

Bananas Flambadas

2 bananas nanicas (aqui em Niterói as chamam de banana d’água)

2 xícaras de suco de laranja

1 colher (sopa) de manteiga

1/2 xícara de açúcar

1/2 lata de creme de leite sem soro

1/2 dose de conhaque

Corte as bananas descascadas no meio, aqueça a frigideira e derreta a manteiga.

Acrescente o açúcar até ele se dissolver. Coloque o suco de laranja e o deixe engrossar por 4 minutos, em média.

Coloque o creme de leite e mexa bem. Coloque a banana e deixe cozinhar bem. Vire-a  quando um lado estiver bem cozido.

Depois coloque o conhaque e tenha cuidado! Combina com sorvete de creme!